Text

Notícias

Presidente da ADERJ leva ao deputado Hugo Leal reivindicações do setor, desde questões tributárias até roubo de cargas

15 abr 2019 - Notícias

O presidente da ADERJ – Associação de Atacadistas e Distribuidores do Estado do Rio de Janeiro – Joilson Barcelos, foi recebido na tarda de quinta-feira (11/04) pelo Deputado Federal Hugo Leal (PSB-RJ), no Rio, quando apresentou ao parlamentar um elenco de reivindicações canceladas pela ABAD – Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores -, versando sobre pontos econômicos diversos. O deputado é um dos representantes do Estado do Rio na Frente Parlamentar do Comércio Serviços e Empreendedorismo (FCS) empossada recentemente em Brasília.

O documento elaborado pela ABAD a partir de consultas feitas as suas 27 afiliadas em todo o país, faz reivindicações e sugestões para que a economia brasileira venha a crescer no curso deste ano, abordando questões de ordem tributária, trabalhista e reformas de um modo geral, em busca de um novo ambiente econômico para o país.

Joilson Barcelos também tratou com o deputado Hugo Leal de temas específicos do Estado do Rio de Janeiro, como a guerra fiscal, mostrando a vulnerabilidade das barreiras montadas pela Secretaria de Fazenda nas fronteiras com Estados vizinhos, o que vitimiza a economia fluminense, a mais feriada na Região Sudeste do país na já citada chamada guerra fiscal. O presidente da ADERJ também falou sobre regimes e incentivos para as empresas.

– Colocamos para o deputado que em nosso segmento não houve nenhum benefício e sim incentivos e as contrapartidas foram dadas gerando mais impostos e postos de trabalho para o governo. Estamos defendendo a manutenção deste modelo para as empresas que honraram os compromissos assumidos, dando essas contrapartidas – disse o presidente da ADERJ.

Outro tema tratado por Joilson Barcelos com o deputado Hugo Leal foi a questão do roubo de cargas no Estado do Rio de Janeiro. Ele apresentou ao parlamentar o resultado parcial de uma pesquisa que a ADERJ está fazendo junto às suas associadas. O número parcial assusta: este ano foram registrados pelo setor 169 ocorrências de roubo de cargas causando um prejuízo de R$ 2 milhões, conforme consulta feita junto a apenas 30% das empresas associadas. Esse número tende a ser maior com o resultado da pesquisa que está recebendo tratamento final.

O assunto foi levado ao deputado que é o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Polícia Rodoviária Federal, que tem como objetivo apoiar a PRF, suas reivindicações, prerrogativas constitucionais e seu importante trabalho em todos os Estados do país. O parlamentar tem uma expressiva atuação em Brasília em ações de combate ao crime organizado, ao qual o roubo de carga é atribuído. Leal disse que das reivindicações apresentadas pelo presidente da ADERJ serão tratadas com prioridade quer na esfera Estadual e na Federal.

Ainda sobre a grave questão do roubo de carga nas estradas do Estado do Rio de Janeiro, a ADERJ vai participar de uma reunião de alinhamento referente ao crime de roubo de carga com o Coronel PM Comandante do 4º  CPA que abrange as áreas de São Gonçalo e Niterói, cidades cotadas pela BR-101 que se transformou este ano em área preferencial para esse tipo de crime.

O presidente da ADERJ, Joilson Barcelos, ainda entregou ao deputado Hugo Leal o livro que conta a história dos 30 anos da  ADERJ, com diversas informações sobre nossa tragetória.