Assign modules on offcanvas module position to make them visible in the sidebar.

Don't have a credit card yet?

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt.

Debulhar cada item do conteúdo do chamado eSocial Avançado, tema de interesse de todo empresário, inclusive dos atacadistas e distribuidores é o objetivo das palestras que serão realizadas nos dias 20 de maio, a partir das 8h30m pelo INFISCO – Instituto Fontes de Educação Fiscal e Compliance-.

 

A grande mídia como o Jornal Estado de S. Paulo, o Estadão, tem abordado de forma recorrente o assunto, revelando que a Receita Federal vai tornar obrigatório a partir do ano que vem a utilização do eSocial por todas as empresas. O sistema vai seguir o mesmo modelo do eSocial do empregado doméstico, com unificação do envio de informações fiscais e trabalhistas do funcionário.

 

Em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o secretário da Receita, Jorge Rachid, avaliou que a ampliação do eSocial para as empresas representará a consolidação do processo de criação da Receita Federal do Brasil, mais conhecida como SuperReceita. Este processo unificou o Fisco com a Receita Previdenciária do Ministério da Fazenda, que ontem completou 10 anos.

Segundo o secretário, a implantação do eSocial vai coibir a sonegação e reduzir o custo das empresas. Rachid reconheceu que o processo foi mais demorado do que o planejado inicialmente, mas ressaltou que o eSocial empresarial promoverá uma grande mudança no sistema, assim como ocorreu com o fim do envio da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ).

A partir do segundo semestre, informou o secretário, a Receita também vai permitir o uso de créditos tributários que as empresas possuem para o pagamento de dívidas previdenciárias. Um primeiro teste para essa compensação está sendo feito no programa de regularização tributária, de parcelamento de dívidas atrasadas. A permissão da compensação, disse Rachid, vai garantir maior liquidez de recursos para o caixa das empresas.

 

O eSocial empresarial entrará em funcionamento para as grandes empresas em janeiro de 2018. Em julho será estendido para as demais empresas. Em junho deste ano, será homologado o sistema para os testes.

 

"O empregador, num único ambiente, poderá fazer o registro do empregado, como o Imposto de Renda Retido na Fonte, a legislação trabalhista, FGTS e a Previdência Social", destacou o secretário.

 

Em compensação, as empresas terão reduzidas as chamadas obrigações acessórias (declarações, guias, cadastros) que hoje devem obrigatoriamente serem enviadas à Receita, Ministério do Trabalho, Caixa Econômica Federal e Previdência Social.

 

Para o secretário, os problemas ocorridos na implementação do eSocial dos empregados domésticos foram superados e são hoje uma "página virada".

O assessor Tributário da ADERJ, Dr. Paulo Glicério, acha o assunto altamente relevante e lembra que os associados da nossa entidade têm uma grande oportunidade no dia 20 deste mês para dirimir todas as dúvidas sobre esse novo momento da vida tributária empresarial com palestras do auditor fiscal da Receita, Daniel Belmido Fontes, do analista técnico de Políticas Sociais do Ministério da Previdência Social, Orion Oliveira e do diretor de Educação Financeira da Donin. Contabilidade, Hélio Donin Jr.

-Será um evento altamente esclarecedor e necessário para entender essas novas regras pois os maiores especialistas estarão abordando cada detalhe- disse o assessor Tributário da ADERJ.

As inscrições para o evento poderão ser feitas pelos sites Inscrição Infisco ou pelo cel (21) 97040-3854.

VAGAS LIMITADAS!

 
Fontes- Jornal Estado de São Paulo e Daniel Belmiro Fontes

 

 

 

16 de Maio de 2017

Assessoria de Comunicação da ADERJ.

Salvar

Salvar

Contato(21) 2584-2446
E-mail aderj@aderj.com.br
EndereçoRua do Arroz, Nº 90